24 de abril de 2011

Receita de Arroz Doce


Cremoso e tradicional de Entre Douro e Minho...
 Não sendo considerado um doce conventual, mantém
 características que lhe dão certa nobreza.


Esta receita e como outras, viajou até à Capital no início do século passado, levada por um jovem e aprendiz de pasteleiro. O aprendiz se tornou mestre na sua arte e muito requisitado pelas confeitarias da baixa Lisboeta, principalmente nesta época da Pascoa em que as suas amêndoas recheados de licor, eram, uma das suas especialidades   O mestre constitui família e dessa forma eu tive acesso à receita... era o avô e padrinho do meu marido. 


      Arroz Doce                             

                   

Ingredientes

1  chávena de arroz 

4  chávenas de água 

7 dl de leite

400g de açúcar 

50g de manteiga 

5  gemas 

3  pau de canela 

 casca de limão (5 pedaços)

 canela em pó e sal

Preparação

Leve ao lume um tacho com a água temperada com umas pedrinhas de sal, a casca do limão, a manteiga e o pau de canela. Quando a água ferver junte-lhe o arroz e deixe cozer lentamente, após  até ter absorvido a água acrescente aos pouco o leite mexendo com frequência. Adicione o açúcar e deixe ferver 2 a 3 minutos e retire do lume para acrescentar as gemas. Junte num recipiente um pouco do creme do arroz às gemas desfeitas, mexa bem e junte ao restante creme de arroz. Leve novamente ao lume para cozer as gemas. Pode colocar o arroz em travessa ou seguir a tradição demonstrada na foto. Enfeite com canela em pó.        


  

8 comentários :

  1. Anônimo20/4/12

    Gostei e vou experimentar!! É bom que não se percam as nossas tradições...
    Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Rosa, nunca fiz arroz doce, porque sempre que quero tenho a minha querida mãe que faz o melhor arroz doce do mundo. E o seu tem precisamente o mesmo aspecto, bem cremoso. Adorei o pormenor onde é servido.
    Bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tila!
      Esta é uma das maneiras como se apresentava às mesas das casas
      senhoriais do Minho. A etiqueta assim o recomendava.
      Beijinhos.

      Excluir
  3. Bem bonito que está, e deve ser delicioso.

    Bjokas


    Paula Vieira

    ResponderExcluir
  4. Querida Rosa: quem não gosta de arroz doce? Uma iguaria que agrada a crianças e a adultos. Esta tua receita é bem parecida com a da minha mãe ( até na quantidade de gemas). Adorei a apresentação. Nunca tinha visto assim. Tão bom psaber preservar as nossas tradições.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  5. Olá Rosa! Que belo arroz doce cremoso nos trouxe! Eu também gosto dele assim. Achei interessante o facto de ter sido vertido para cima de um naperon de renda. É uma apresentação muito diferente.
    Muitos beijinhos aqui da ilha.

    Patrícia

    ResponderExcluir
  6. Oi Rosa!
    Eu adoro arroz doce e a sua receita parece especial. Já salvei!
    Bjsss querida

    ResponderExcluir
  7. Oi Rosa que delícia esse arroz doce, e ficou muito delicado como foi arrumado bjs Rosinha

    ResponderExcluir