9 de outubro de 2012

A minha receita da dobradinha à portuguesa

                               
Alguns saberes...
Prato regional e tradicional da cozinha portuguesa. Nascido no Douro Litoral no século XV.
É um prato delicioso. Mas, recorrendo às "tripas", é também uma receita rara e sui generis que tem despertado a estranheza e a admiração de quem, vindo de fora, se depara com esta iguaria... 


Nos meus Sabores não podia ficar ausente um prato tão genuíno e tão típico. 
A minha Dobradinha à Portuguesa...


Preparação das tripas ou dobrada
Na véspera de se cozinharem lave as tripas em várias águas e corte em pedaços. Esfregue-as bem com bastante  sal grosso e metades de limão e volte a lavar em várias águas. Deixe de molho com rodelas de limão, durante várias horas  ou de véspera e escalde em água a ferver. A dobrada é sempre cozida antes de se  sujeitar a qualquer preparação, num caldo aromatizado.

Ingredientes para o caldo de cozedura
Para  2 kg de dobrada, 
1 cenoura, 
1 raminho de salsa, 
1/2 alho francês, 
2 folhas de louro, 
1 colher de chá, bem cheia de pimenta preta em grão 
sal e 2 cravinhos.
1/2 caldo de carne
1 rodela pequena de limão

Após a dobrada escaldada leva-la a cozer coberta com água quente e adicione   todos os ingredientes. Tape a panela e leve a cozer em lume brando. Verifique o nível da água para que a dobrada esteja sempre  coberta de liquido até terminar a cozedura.




Ingredientes
1 kg de dobrada
1 kg de feijão branco
1 chouriço
2 cebolas médias 
2 cenouras  médias
2 tomates pequenos
1 dl de azeite
1 colher de sopa de banha
4 alhos esmagados com casca
1 folha de louro
1 ramo de salsa
sal e pimenta de moinho


Preparação
Coza o feijão com uma cebolinha e 1/2 cenoura e corte a dobrada em bocados.
No tacho, aloure no azeite e na banha  a cebola picada e os alhos, junte o chouriço cortado em rodelas grossas e cozinhe por 1 minuto e acrescente o tomate cortado em pequenos pedaços a dobrada a cenoura o feijão e o ramo de salsa, louro  e tempere de sal e pimenta moída .
Deixe cozer, adicionando sempre que necessário um pouco de caldo em que o feijão cozeu.
Retire a salsa e rectifique tempero.







21 comentários :

  1. Rosa, quando era criança eu comia muito abobrinha, e adorava você não tem noção. Minha mãe fazia sempre, mas já tem uns vinte anos que ela nem fala mais na receita. Pena! Fiquei com vontade.


    Bjuuu!!

    ResponderExcluir
  2. Rosa, sao 8 da manha, estou a fazer a minha ronda aos meus blogs favoritos antes de mais um dia de trabalho, nao tomei sequer ainda, o pequeno almoco, e conseguiu por-me a salivar com esta iguaria.
    Adoro este prato e nunca consegui que resultasse ao meu gosto. Naturalmente, e ate hoje, nao tinha a receita certa. Vou "roubar-lhe 2 esta sua, se nao se importa. Delicia das delicias. Obrigada por a ter partilhado.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria!
      É realmente um petisco nacional, mas bem trabalhoso, e a Maria lembrou-me de um pormenor que eu vou ter de acrescentar no blog.
      Fico contente se conseguir satisfazer esse gosto.
      Beijinho.

      Excluir
  3. Wouw!!!! que delicia amiga, jà faz uns aninhos que não como dobradinha os garotos não gostam e eu me privo de fazer.
    Esta tua me fez salivar ficou perfeita e com um aspecto de comer e chorar por mais, parabens!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Beth, mas quando acontece ter-mos que nos privar
      dum bom petisco é triste:(
      Beijinhos.

      Excluir
  4. Bom dia Rosa,
    Faz muito tempo que não saboreio a dobradinha, julgo que as principais diferenças são a minha receita não leva banha, leva azeite e também noz moscada, é uma deliciosa receita, o aroma característico é muito agradável assim o peculiar sabor.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Vania, pela sua constante presença e apoio.
      Parece que descobriu os meus segredos, agora só utilizo azeite e a nóz moscada é utilizada na minha cozinha com muita frequencia.
      Mantive a receita fiel ao original, mas podemos sempre fazer as nossas escolhas.
      Beijinhos

      Excluir
  5. O meu dia não está a ser fácil. E olhar para este prato faz-me lembrar os tempos de miúda e a simplicidade dos problemas na altura. Igualzinho ao que a minha mãe faz. Adoro! Isto é comida da boa, da reconfortante. Nunca fiz na minha casa, nem sei bem porquê. É como não quisesse tirar as minhas memórias de onde elas pertencem. Um beijinho bem grande! À cozinheira deste prato que eu tanto adoro, merece, só por ter despertado em mim estas emoções.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carla!
      Se despertar assim emoções pode de alguma forma alegrar um pouco esse dia, valeu o trabalho... Carla dobradinha é um petisco, mas que demora a fazer, demora:)

      São estas emoções e o sentimento nas palavras o alimento do meu espírito e o animo para continuar com os meus sabores e...
      Beijinho.

      Excluir
  6. Rosa querida, já faz muito tempo que não aprecio uma boa dobradinha como essa, a sua está uma legítima dobradinha à portuguesa, uma das iguarias portuguesas que aprecio demais. Ficou lindo seu prato,. Colorido e apetitoso. Bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida josy, aí no Brasil também à tradição de dobradinha só não sei quais os estados, no Rio, quando aí estive em casa dum familiar também comi dobradinha muito boa.
      Beijinhos

      Excluir
  7. Olá Rosa, está maravilhosa essa dobrada! Prato tão português!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ângela, são as nossas tradições
      à mesa.
      Beijinho

      Excluir
  8. Olá Rosa,

    Confesso que não gosto de dobradinha mas a sua está com um aspeto apetitoso e suculento. Dá vontade de provar.

    Bjnhos

    (http://saborescomtempo.blogspot.pt)

    ResponderExcluir
  9. Rosa,

    E quem é que não gosta de uma boa dobradinha ???
    Prato tipico, bem português e cheio de aromas e sabores tão especiais e únicos.
    Que o digam as fotos aqui mostradas, ficaram lindas e atiçam a nossa apetência !
    Adorei !

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Isabel está gulosa e não provou...
      mas estava mesmo com aquele gostinho que deixa saudades!!
      Beijinhod

      Excluir
  10. Olá querida Rosa !
    Sabe uma coisa, gosto muito de sim ! Tem uma delicadeza enorme que sinto assim que me escreve. Além disso quando vejo as suas sugestões lembro-me logo das comidinhas da minha mãe!
    Esta dobradinha só a como quando ela faz, e como adoro !
    A sua está pefeita e mesmo sendo esta hora até que comia uma taçinha !
    Um grande beijinho e um xi coração bem forte desta sua amiga que apesar de ser virtual tem um grande carinho por si.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Anabela, lisonjeia-me a sua amizade e agradecida pelas boas lembranças que despertei. E ainda por poder levar até vós aquelas receitinhas do baú.
      Um grande beijinho amiga e acredite que comungo da sua amizade ecarinho.
      Um abraço muito apertado

      Excluir
  11. Olá D. Rosa. Adoro o seu blog. Tem tanta coisa boa.
    Dobrada é das coisas que mais gosto e só como quando os meus pais fazem em casa e me convidam porque sabem que adoro, pois em minha casa só eu é que gosto.
    Muitos beijinhos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sophia, sinto-me muito feliz por poder
      agradar com as minhas receitas tão antigas.
      Beijinhos e um fim de semana

      Excluir
  12. Olá Rosa.
    Está de dar água na boca essa dobradinha.As fotos estão lindas e convidativas.
    Bjs,boa noite.

    ResponderExcluir