13 de junho de 2014

Bolo Virado de Maçã




















Procurando um livro de culinária, cheguei ao meu primeiro caderno de receitas. As folhas amareladas, davam conta, dos anos passados e quantas recordações guardadas em cada página. E lembrei que foi desse caderno, que tirei a receita, para o último bolo que fiz em Lourenço Marques, dias antes do nosso regresso a Portugal, no maravilhoso paquete Príncipe Perfeito. 

Agora, ao fazer o post anterior, fiquei com saudades do mar!! De grandes viagens e em grandes navios. Não os atuais, que me recordam um condomínio fechado, não possibilitando uma visibilidade direta para o mar com todo o seu potencial de fenômenos. Na passagem do Cabo da Boa Esperança, sofremos uma violenta tempestade, mas  de manhã foi amainando. Ao olhar o horizonte e ver um nascer do sol e ao fim do dia esse mesmo se pôr... era deslumbrante!  




















Era fascinante o bailado das várias espécies de peixes voadores e os encantadores e notáveis Golfinhos. Também várias espécies percorriam aquelas águas, o  Golfinho Rotatore, Golfinho Fiandeiro e o Golfinho-de-risso, o Flipper, que maravilhou plateias de grandes e pequenos. E ali estavam eles, uns com as suas altas piruetas que davam fora de água, em torno de si mesmos e outros acompanhavam o navio fazendo as suas acrobacias, adivinhando os conveses repletos de passageiros.

Só a amurada do navio nos separava daquela extensão de água, de sentir no rosto a brisa húmida constante de maresia que a tudo envolvia. Desde a proa à ré, o deck oferecia um inaudito espaço de lazer, com as suas longas cadeiras de repouso. Havia ainda uma área salpicada de pequenas e redondas mesinhas, para saborear um chá, um refresco ou simplesmente... Ver o mar... 

























Aportámos em Angola na cidade do Lobito com a sua maravilhosa restinga e seguidamente Luanda, como o tempo de permanência foi  mais longo, permitiu-nos uma visita à cidade. A última paragem foi em Las Palmas e nesse mesmo dia, a minha filha apagou as duas velas do seu aniversário. Dois dias depois chegávamos ao nosso destino, a 29 de julho de 1973. Tinha estado ausente onze anos e regressava com vinte e dois. Nove meses depois, aconteceu a revolução de Abril.

Parei de sonhar... e preparei os ingredientes. Só saboreando uma fatia, as lembranças iriam serenar as recordações... Daquele mar... E dum país a que não mais voltei! 





















Ingredientes

 4  ovos, classe M
 1º açúcar  200 g  
 2º açúcar  100 g
 2  maçãs médias, starking
210 g  de farinha, tipo 55

180 g  de manteiga
10 g    de fermento químico
  7 g    de sal 
Raspa de 1/2 limão


















Preparação
  • Retirar do frio os ovos e a margarina com antecedência, de, 1 hora no Inverno e 30 minutos no verão.
  • Pesar todos os ingredientes e peneirar a farinha junto com o fermento e ralar o gengibre.
  • Bata a manteiga inicialmente sem mais nada 4 a 5 minutos, adicione o açúcar por 3 vezes. Deve bater muito bem +/- 10 minutos.
  • Adicione um ovo de cada vez  alternando com a farinha, Bater bem entre cada adição e deve terminar com farinha.
  • Enquanto a massa se prepara, de seguimento à receita.
  • Tirar o miolo às maçãs e cortar em fatias grossas.
  • Colocar, os 100 g de açúcar na forma e salpicar com água para umedecer, em lume médio deixe o açúcar derreter e quando estiver a querer ganhar tom de caramelo, desligue de imediato o lume e coloque rápido as rodelas de maçã. Unte a lateral da forma.
  • Deite a massa na forma sobre as maçãs, alise e leve ao forno com temperatura de 170º. Verifique com um palito grande, se está cozido.
  • Após retirar a forma do forno, calce uma luva para pegar na forma e passe ligeiramente uma faca em toda a volta da forma para descolar algum pedaço de açúcar que tenha cristalizado e a maçã esteja colada à forma. Desenforme de imediato, se arrefecer não vai conseguir desenformar.
    

20 comentários :

  1. Rosa querida, que bolo maravilhoso!
    Ficou super fofinho e sendo de receita antiga melhor ainda!
    Eu tbm tenho um caderno com receitas antigas, as folhas estão
    amarelas mas valem ouro, rsrs.

    Desejo a vc e a sua família um ótimo fds!
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  2. Ao ler o seu post deu saudades de Angola terra onde nasci,conhecia o Lobito e Luanda.
    Eu vim mais tarde quando rebentou a guerra .
    Adoro bolos de maça e esse tem um aspecto super delicioso
    bom fim de semana
    bj

    ResponderExcluir
  3. Também viajei no Príncipe Perfeito numa das viagens que fazíamos à Metrópole aquando da licença graciosa do meu pai. Também fiz a derradeira travessia num paquete, Infante D. Henrique, na também sua ultima viagem Angola-Metrópole.
    Quando atracaste no Lobito eu ainda estava lá e bem pertinho, em Benguela. Vim um ano depois e não mais voltei. Não imaginas porém as saudades imensas que tenho e que vieste despertar com este teu maravilhoso e nostálgico texto. Não hei-de morrer sem lá voltar, isso já prometi a mim própria. O meu marido é de Lourenço Marques. Quem sabe se não se conheceram? Apesar da terra ser grande, o mundo é pequeno.
    Adorei o teu bolo. Hei-de experimentar fazer e, nessa altura, pensarei nas terras distantes.
    Beijinhos querida e um bom fim de semana.
    Maria

    ResponderExcluir
  4. Olá Rosa!
    Este bolo está uma delicia de perfeição. A maçã é das frutas que mais gosto de utilizar nos bolos, acho o sabor fantástico. Ficou lindo, com um interior fofo que dá mesmo vontade de provar.
    Gostei do teu texto. ;)
    Beijinho e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. olá Rosa quantas recordações,e esse bolo está hummm delicia bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  6. bonito texo deve ser mt duro deixar o que gostamos pois eu tb sei o qué deixei Portugal ma quando posso vou la enfim é a vida amiga espero que ja esteija tudo bem com voce esta tarte ela esta 5* adoro maças beijinhos grandes e tudo de bom na sua vida amiga um feliz fim de semana

    ResponderExcluir
  7. minha querida amiga eu demoro mas eu venho ..amiga querida quando vi este bolo de maças tive que vir aqui ,eu sou encantada por bolos e maças ..são todos muito gulosos e aromáticos ..estas perfeito amiga que delicia eu comeria uns bons pedaços com uma xicara de café parabens minha querida bjus doces e fofos

    ResponderExcluir
  8. Querida Rosa: não conheço esta terra maravilhosa que parece que "enfeitiça" todos os que por lá passam ( ou passaram). Como sempre, tens uma maneira encantadora de relatar um acontecimento e consegui imaginar-me dentro deste navio, admirando o mar e os fabulosos golfinhos ou saboreando uma bebida numa das mesinhas redondas...Lindo!!!!
    Quanto ao bolo está com uma aparência deliciosa. Gosto imenso de bolos com maçã e este parece tão bom!!! Vou guardar mais esta receita ( a minha lista de receitas não pára de aumentar!!!!) para a poder experimentar um desses dias.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  9. Rosa, parabéns pelo lindo bolo!!! Deve estar delicioso!! E sempre gosto de acompanhar as histórias que você conta junto de cada receita!! Beijos e ótimo final de semana!!! =)

    ResponderExcluir
  10. Uma história da vida pessoal que retrata tantas outras vividas com famílias Portuguesas.
    Foi muito agradável ler e "sentir", essa longa viagem realizada entre Lourenço Marques e Lisboa.
    Que lindo bolo. Está com um aspeto irresistível.
    Bjs e bom domingo de verão

    ResponderExcluir
  11. Querida amiga Rosa, para variar estou chegando tarde, aposto que o bolinho acabou-se rapidinho. Adorei ler seu relato, essas recordações que ficam para sempre em nossos corações são lembranças de dias alegres que jamais ninguém nos tirará. É uma delicia o mar, gosto muito do mar, dos golfinhos, uns animaizinhos abençoados que nos transmitem muita paz e nos traz muitas alegrias. Dias bons que sentimos muita falta não é? E esse seu bolo ficou lindo, hoje mesmo vou fazer um mas de bananas para lanchar a tarde. Adorei o caramelo, deixou um visual lindíssimo. Rosa querida, a primeira etapa já foi o Brasil ganhou, vamos ver na terça feira, não estou botando muita fé, mas torcendo muito, e torço muito, muito por Portugal, outro país que mora em meu coração. Beijinhos, um lindo domingo para você e sua família.

    ResponderExcluir
  12. Olá Rosa querida,
    Adorei o texto descrevendo locais que conheço um pouco dos relatos de meu marido.
    Esse bolo invertido de maçã gosto muito, pelo aroma, consistência e delicioso sabor.
    Boa semana, beijos,
    Vânia

    ResponderExcluir
  13. Só de olhar já aguça a vontade de comer.Ficou maravilhoso seu bolo.
    Sempre interessantes suas informações.
    Beijos,tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  14. Ficou com um aspecto super saboroso, calhava mesmo bem agora :)
    Bj

    ResponderExcluir
  15. Boa noite!
    Que lindo esse bolo virado!
    Salivei com o delicioso aspecto.
    Faz tempo que não faço uma viagem em grandes navios.
    Um abraço
    Léia

    ResponderExcluir
  16. Gosto muito de bolos upside down, mas nunca fiz de maçã! O teu ficou lindo, lindo! E logo com maçã que tanto gosto :)

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  17. Querida Rosa, que bom ver-te por cá! E com este maravilhoso bolo, perfeito para acompanhar um chá ou para comer sem nada, porque a maçã dá-lhe aquela húmidade deliciosa...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Essa receita é identica a uma que eu faço, mad confesso que a tua parece ser melhor...

    Bjxxx

    ResponderExcluir
  19. Olá Rosa! Que charme este bolo com fatias de maçã! Bonito mesmo. Estamos no outono por aqui e acho que um bolo assim combina tanto. Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Querida amiga,

    Lindíssimo e nostálgico texto que me fez viajar contigo a uma terra que não conheço, mas de que sempre ouço falar com tanto carinho por todos quantos lá nasceram ou foram criados.
    Gostaria muito de conhecer, no entanto tenho em mente que tudo deve hoje ser bem diferente do que se relata da época ! :)
    Mas estive contigo dentro do barco, "vi" os golfinhos, os peixes, "senti a tempestade e depois a bonança, enfim... gosto muito de te ler ! :)
    E também gosto muito de bolos invertidos, que ficam caramelizados e deliciosos como esse teu ficou. Só de o olhar me cresce água na boca, está fantástico, amiga ! :)

    Beijinhos e obrigada pela tão valiosa partilha das tuas emoções ! *

    ResponderExcluir