9 de julho de 2014

Brownies com Chocolate Extra




Como já se aperceberam, gosto de lembrar as minhas recordações e as que me foram transmitidas pelos meus pais e avós, são as minhas histórias. Esta, dedico a uma amiga que gosta de as ler. É a Márcia, do blog, Prata da casa! 



Nunca gostei de leite. Já nasci a não gostar... o meu organismo rejeitava-o... o leite materno, assim como outros.   
Mas estávamos numa aldeia e no início da década de 50. Que fazer??

A minha avó, esperançada tentou o leite de vaca. Com muitos cuidados, levava água fervida e tépida para lavar o ubre da vaca antes de a mugir, e o recipiente da recolha do leite era também escaldado. 

Após a recolha do leite a avó tapava-o com um branco pedaço de estopa que levava de imediato para casa e a mãe colocava-o ainda morno numa garrafa (não havia biberão) que tinha no gargalo uma tetina, e assim fazia nova tentativa. Eu... lá ia sorvendo aos poucos o leite, não agradava, mas a fome exijia-o.

Não resultou... e a avó tentou, da mesma forma, mas, com o leite de cabra.  Pouco tempo após cada experiência lá viajávamos os 15 quilómetros para Sta. da Cruz da Trapa até ao consultório do Dr. Morgado, para ouvir o mesmo diagnóstico: inflamação do aparelho gastro intestinal.  Seria o leite em pó, a ultima opção.

Para a época foi um grande desafio para os meus pais. Cada lata de leite Nestogeno de 400 g custava  32$00 (€ 16 cêntimos) que eu devorava em dois dias. Era muito dinheiro e se compararmos, um homem a trabalhar em jorna diária recebia 7$50,  (€ 4 cêntimos). Foi um resultado feliz e eu agora comia bem e engordava... 

O Dr. Morgado foi o meu médico durante sete anos, sempre que lá ia, e que foram muitas vezes, ele chamava a mulher que gostava muito de estar comigo. Como ela dizia: muito coradinha e lindos caracóis cor de ouro... eles não tinham filhos. 
Voltei ainda, muitas vezes às consultas do Dr. Morgado, mas já não era o leite o causador, mas sim,  as inflamações de garganta.































Com sete anos fui viver para Oeiras na linha de Cascais, e continuava a não gostar de leite...
Numa tarde fria de inverno em que brincava com o meu primo, a madrinha chamou-nos para o lanche, na mesa duas canecas fumegavam ligeiramente e pairava no ar um aroma irresistível. E provei... provei... e quis saber o que era. 

Impossível... Poderia existir alguma bebida assim tão boa ???  E que leva-se leite... Existia... Era cacau quente!! Não mais deixei de gostar de chocolate e conforme ia crescendo esse gosto também me acompanhava. 

Mas continuo a não gostar de leite... Sem Chocolate!!


































Os filhos e os netos têm também a preferência pelos bolos de chocolate. Gostam muito do bolo chiffon, mas como o meu forno tem estado zangado comigo não o posso fazer, só coze bolo em tabuleiro e que não esteja lá dentro muito tempo.

Lembrei uma receita de Brownie, do blog da Márcia,  Prata da Casa e que achei excelente para o lanche com as minhas netas, sem frutos secos e muito rápido de preparar. Não decorei com o chocolate branco porque a neta mais nova não gosta. E retirei um pouco no chocolate em tablete por fazer mal ao Avô. Não ficou tão húmido, mas todos adoraram. 

Obrigada Márcia, por tão deliciosa partilha e... por gostares das minhas histórias! 

Ingredientes


  • 130 g de chocolate de culinária
  • 120 g margarina

Vão a derreter no micro ondas.
Misture bem e reserve


1/2  chávena de açúcar  (100g)
1/2  chávenas de farinha, tipo 55 (70g)
3 ovos
2 colheres de sobremesa, bem cheias de chocolate em pó
Uma pitada de sal

Preparação

Bate-se tudo e junta-se amistura de chocolate. Fica uma mistura grossa. Unta-se um tabuleiro, forra-se com papel vegetal por precaução e leva-se ao forno a 180º, durante 30 minutos, +-.

Retirei as duas colheres de sopa de açúcar, para substituir o cacau por chocolate em pó. E como não usei cobertura, só polvilhei com chocolate ralada e açúcar em pó.  Aqui, vai poder ver a receita original!



Não ficaram tão atrentes como os teus, mas deliciámo-nos!































Nesta foto tinha 10 meses... e ainda bebia leite Nestogeno!




11 comentários :

  1. Minha queridíssima amiga: que surpresa tão agradável esta que aqui me fazes. Estava com imensa pena de não conseguir visualizar esta receita que vi no Facebook e que achei deliciosa. Mas lá voltei a tentar e qual não foi o meu espanto ao ver a referência ao meu nome e ao meu bloguito. Claro que me "perdi" completamente na tua (sempre muito bem contada) história, que vai evoluindo até terminar nestes magníficos brownies. E como não gostar , se estão mesmo com um aspeto maravilhoso?? Adorei tudo ,amiga. Desde a história, aos brownies e à foto da menina linda , rosada e loira com o seu laçarote na cabeça. Obrigada pelo carinho de sempre. És uma amiga muito querida e especial para mim.
    Bjs
    Márcia

    ResponderExcluir
  2. Que memórias boas, Rosa! Eu também fui alimentada com leite de vaca, porque a minha mãe não tinha leite mas, felizmente, eu gostava e não era intolerante à lactose!
    Esses brownies ficaram uma verdadeira tentação! Podem não estar tão húmidos como a receita da Márcia, mas estão com uma aspecto muito fofo e delicioso!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Eu leite de vaca não aprecio muito mas adoro o de soja que é o unico que bebo.
    Esses brownies ficaram uma tentação
    bj

    ResponderExcluir
  4. engraçado eu tb era assim a minha mae ela tinha mt leite mas eu nao bebia ela tinha que dar a outros eu nao gostava fosse ele la como fosse amiga me li em seu texto mt bonito hoje tb nao gosto de leite sozinho a nao sendo em bolos ou comidas se nao nao gosto hehe mas bom estes seus brownies eles estao 5* adorei mt fofinhos assim sim ja comia uns tantos beijinhos e uma feliz semana

    ResponderExcluir
  5. Querida Rosa que bonequinha você era, tão gordinha e tão fofinha. Agora é uma linda mulher. Quando pequena também não gostava muito de leite, com o tempo mamãe foi trocando de marcas de leite em pó e eu me acostumando. Pena que nunca provei leite de vaca tirado das tetas ainda quentinhos, não sei nem como é o sabor, mas já me disseram que é muito forte e causa dor de barriga para os que não estão acostumados. Hoje em dia já acostumei com o leite mas uma coisa concordo com você, leite com chocolate é muito bom. Hehehe. Adorei sua história, adoro escutar causos antigos, reais e dos nossos tempos. Temos muitas histórias para contar não é Rosa? Seus brownies ficaram lindos, você e a Marcita são ótimas cozinheiras, tem mãos de ouro. Quem sabe essa semana ainda faço uma receita dessa também. Deu vontade rsrsrs. Beijinhos amiga, e bjos na filhota linda

    ResponderExcluir
  6. Adorei a foto! Que fofinha e rechunchuda. Eu sempre adorei leite e continuo a adorar, mas infelizmente já faz parte dos alimentos que o meu estômago não digere bem. Apenas consigo beber o magro e não posso abusar.
    O brownie está uma verdadeira tentação! Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Rosa, que bonequinha!!! Entendi porque o casal prontamente se apaixonou por você!!!!
    E quanto ao leite...somos duas!!! rsrsrs Adorei ler a sua história...são essas coisas que me fazem ter a alegria em visitar blogs como o seu!
    E quanto ao brownie...me faria feliz um belo pedaço!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Rosa,
    Espero que tenha recebido o meu e-mail.
    Mas que menininha adorável, linda, poderia ser garota propaganda do nestogeno, adorei o texto.
    Já o brownie seria uma deliciosa companhia no meu café da manhã.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir
  9. Querida Rosa,

    eu também não gosto de leite mas, ao contrário da Rosa, quando era pequena bebia imenso.
    Tenho uma lembrança bem presente de a minha avó paterna (que vivia connosco na altura, e continua em casa dos meus pais) me ir levar uma caneca de leite á cama e aconchegar-me a roupa depois de a beber. Adorava beber o leite quentinho.
    Mas ao longo dos tempos fui deixando de beber e de gostar.
    Quanto aos brownies, ficaram bem bonitos e de certo deliciosos. Eu adoro brownies e gosto de experimentar receitas novas. Por isso vou levar esta comigo, se não se importa :)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Querida Rosa, deixei uma mensagem in box no facebook para você. Se não conseguir ver, me avise. Bjos minha amiga

    ResponderExcluir
  11. Hummm... ficaram com um aspecto muito tentador, gostei mt
    Bjs

    ResponderExcluir

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...