1 de outubro de 2014

Bacalhau da avó






Esta edição de Dia Um... Na Cozinha. Fará uma homenagem Fiel, ao nosso amigo, o Bacalhau. Que vai desfilar na passadeira vermelha nas suas mais variadas receitas, para nosso deleite e regozijo.


Sabem que vivo a recordar as coisas boas do passado... e não podia ser diferente com a gastronomia!!

Gostava de poder proteger os nossos sabores e que não caíssem no esquecimento. É a cultura e tradições de um povo que devia ser acarinhada.

Todas as tendências e inovações são o nosso futuro... Mas não esqueçamos o passado...


Hoje, faço uma pequena homenagem à minha avó! É sua a receita e este também era o seu serviço de jantar. Comprado  quase um século e para a nossa casa numa pequena aldeia serrana. Foi seu desejo que eu o partilha-se o que me deixou muito feliz.

Ela sabia do meu encantamento. Nas toalhas brancas de linho as flores azuis pareciam ganhar vida era como se dançassem sacudidas por breves brisas. As louças da época eram toscas e esta fazia toda a diferença. 




Este garfo de ferro, feito manualmente, era o que usávamos diáriamente e esta toalha é de estopa genuína e também, era da avó.



Bacalhau o nosso "Fiel Amigo" !!  É a iguaria predileta cá em casa! 

Uma versão deste apelido!
Durante a Idade Média, a Igreja Católica, mantinha um rigoroso calendário onde os cristãos deveriam obedecer os dias de jejum, excluindo de sua dieta alimentar as carnes consideradas "quentes", o bacalhau era uma comida "fria" e o seu consumo era incentivado pelos comerciantes nos dias de jejum e abstinência a que se sujeitavam os portugueses.

Durante mais de um terço do ano não se podia comer carne. Mas podiam depender sempre do bacalhau seco e salgado. Garantindo também a sobrevivência das tripulações nas longas viagens que exigiam alimentos secos, que não se deteriorassem. 
Podemos considerar estas e, outras explicações... Para o nosso "Fiel Amigo"  
História e mais informações sobre o Bacalhau, pode ver aqui. 

Esta receita faço-a sempre com as postas mais baixas. Ao fritar o azeite penetra em todo o bacalhau, deixando-o macio e saboroso. Uso duas postas por pessoa, duas batatas, mas ficará também ao gosto e exigências de cada pessoa.



Ingredientes para duas pessoas

4  postas médias de bacalhau

4  batatas médias
1  cebola grande (250 g)
4  dentes de alho
1  folha de louro
2,5 dl  de azeite
4  fatias de broa


Preparação

Cosa as batatas inteiras e com a casca, estando cozidas, descasque e corte a gosto. Reserve em local aquecido.

Lamine as cebolas em meia-lua e levar ao lume com azeite e um alho esmagado, salpique de sal e deixe branquear sem que fique cozida em demasia, tempere com um pouco de pimenta e reserve.

Deite um pouco do azeite numa frigideira e juntar um dente de alho esmagado com casca, deixar alourar ligeiramente e frite as fatias de broa de ambos os lados. Retire e manter em local aquecido. 

Limpe os resíduos de alho e broa da frigideira e junte mais azeite com os dois dentes de alho esmagados e com casca, assim que o alho ferver alto, coloque o bacalhau com a pele para baixo, com a temperatura médio alto vigie para que não queime e vire-o do o outro lado. 

Se a quantidade de azeite não for suficiente, acescente o necessário. Disponha as batatas e a broa na travessa, coloque por cima as postas de bacalhau e termine com a cebolada. Guarneci com azeitonas e um pouco de salsa picada, mas pode usar a sua criatividade.

Bom Apetite!! 





Notas:

Use recipiente anti-aderente, para fritar o bacalhau e a broa.





Esta fotografia, data de há sessenta anos!

Com os meus avós maternos, a quem pertencia este delicado serviço de jantar. E eu ... sempre junto deles!




Este assessório de cozinha, parece.. e é... um garfo... mas feito à mão e na forja do ferreiro. Pertencia à cada dos meus avós, mas ficou para mim.
























20 comentários :

  1. Olá ;)......
    Espectacular e delicioso aspecto :)..... Adorei a sua sugestão ;)..... 5 ***** :D....
    Beijocas

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Um verdadeiro regresso às origens :)
    Uma excelente sugestão que faz toda a justiça ao rei do desfile deste mês!
    Beijinhos*
    http://petiscana.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Adorei tudo Rosa! Esse bacalhau tem um aspecto divinal e a louça é realmente muito bonita.
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  4. Que belo prato de bacalhau bem ao meu gosto
    Uma excelente participação
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Bom dia!
    Parabéns pela tua participação no " Dia Um... Na Cozinha"! Os ingredientes usados combinam perfeitamente com o bacalhau.
    Também acho muito importante proteger nossas culturas e tradições. Tenho muitas lembranças de minhas avós, que guardo com muito carinho. Essas louças são mesmo lindas, adoro objetos antigos!
    Te desejo um lindo dia.
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
  6. Querida Rosa,

    Sempre encantadoras as tuas histórias e memórias com que sempre sou brindada ao passar por aqui ! :)
    Tão bom recordar tempos que já lá vão e que desejaríamos que voltassem... mas... :(
    Loiça linda, toalha linda, garfo lindo... memórias eternas num delicioso prato de bacalhau que faz fulgor no desfile e o enriquece de forma fantástica ! :)
    Obrigada pela tua companhia, amiga !
    Um beijinho grande *

    ResponderExcluir
  7. Mais um pratinho de bacalhau isto hoje anda tudo em sintonia, ficou mt apetitoso e mt bem elaborado, adoroooooo!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Ficou lindo o bacalhau!
    E é de facto uma delícia trazer as memórias do passado :) É uma homenagem linda à sua avó!
    Gostei muito querida :)
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  9. Bom dia querida Rosa, que sempre me encantou com seus pratos, suas histórias de vida sempre tão bem recordadas com carinho, e acima de tudo me encantou pela pessoa que és. Que lindeza de apresentação, a toalha, a louça linda e delicada, os talheres rústicos e que acompanharam seu crescimento, sua família , sua vida. Adorei o texto, é tão gostoso guardamos objetos de entes queridos, e fazer uso deles. Uma forma de amor, aconchego e saudades. O seu prato está divino, amo bacalhau, e o rei da festa não poderia faltar nesse desfile. Bela refeição amiga querida. Bela participação. Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, Rosa!
    Que postagem linda! Além da receita deliciosa, contando histórias do passado e mostrando toda esta riqueza simples que você herdou. Amo estas recordações de família, de amor, de momentos inesquecíveis!
    Querida, que o Espírito Santo de Deus, o mesmo Espírito que acompanhou Jesus aqui na terra, conforte seu coração de toda tristeza que está sentindo ao ver a mamãe sofrer. Que este Espírito te levante, renove suas forças e sua esperança te faça firme e forte para o que tiver que enfrentar. Com muito carinho, deixo a você estas palavras de amizade (é uma benção celta):
    "Que o caminho seja brando aos teus pés e o vento sopre leve sobre teus ombros
    Que o sol brilhe cálido sobre tua face; as chuvas caiam serenas em teus campos
    E, até que eu de novo te veja, que Deus te guarde na palma de Sua mão. Amém!"
    Que a paz de Deus se aposse do seu coração, amiga!
    Bjs.
    http://dedeartes-denise.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Rosa minha querida,
    quanto bom gosto e delicadeza nessas peças e toalha linda.
    Lembranças boas a sua avó que nem o tempo apaga, ficam guardadas no coração.
    Adoro ler seus textos, suas postagens são feitas com amor, receitas sempre bem
    apresentadas, pratos irresistíveis, parabéns!

    Que as bençãos de Deus esteja sem em seu lar e sobre sua família!
    Um grande beijo da sua amiga,
    Andréa

    ResponderExcluir
  12. Oi Rosa, li no comentário que deixou no blog daJosy, que vc está tristinha por conta da doença da tua mãe. Sei bem o que é isso, pois passei pelo mesmo problema e sei o quanto nos dói.
    Estou passando p/desejar que vc tenha muita força, e dizer que com essa força, tua mãe mesmo que inconscientemente com certeza vai ficar mais feliz.
    Quanto ao bacalhau, fiquei sem palavras p/comentar uma delícia dessa...
    Bjssssss querida e que Deus te ilumine muito

    ResponderExcluir
  13. Querida Rosa,

    Sabe sempre tão bem passar por este teu cantinho. Somos sempre brindados com imagens lindas, receitas deliciosas e textos de memórias que tanto prazer dão de ler.
    É bem verdade que não devemos esquecer o nosso passado gastronómico e seria uma grande perda se isso acontecesse. Ainda mais quando se trata do bacalhau que é um peixe delicioso e que pode ser confecionado de tanta forma.
    Adorei a receita, deve ser uma pequena maravilha, são estas receitas deixadas de geração em geração que fazem o amor à cozinha valer a pena. E essas louças, que encanto, um deleite, adorei este post em toda a sua essência.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  14. Oi Rosa, estou passando p/agradecer a visitinha e o carinho no meu blog, espero que seja o início de uma bela amizade.
    Bjsss e uma noite muito abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  15. Ola!!! Adorei seu blog e as suas receitas!!! Estou te seguindo para não perder nada!!! Também tenho um blog de comidinhas, quando tiver um tempinho vai lá me visitar!!! Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Rosa,
    Encantaram-me os objetos de decoração, o garfo, as toalhas e a loiça, como sempre adorei o texto, também a informação contida.
    Ótima receita, simples, repleta de sabor e ainda tradicional.
    Bom final de semana, beijos,
    Vânia

    ResponderExcluir
  17. Querida Rosa: finalmente cheguei e, como sempre, fico rendida às tuas histórias antes da receita. Dá para sentir este amor pelos teus avós e todo o carinho com que guardas a linda toalha ou o delicado serviço de jantar. É como se eles pudessem estar de novo contigo , de cada vez que os usas.
    Quanto ao teu prato de bacalhau tem todo o aspeto de ser delicioso! Simples de confecionar,mas sem artificialismos, com todo o sabor de outros tempos, em que o azeite e só ele, era a companhia, por excelência do fiel amigo. A broa deu-lhe um toque perfeito. Adorei!!!
    Bjn amiga.
    Márcia

    ResponderExcluir
  18. Rosa,
    Este texto está carregado de história e de emoções, obrigada pela partilha :)
    Adorei o talher, a toalha de linho e o serviço lindo, lindo.
    Obrigada por mais uma vez estares connosco e pela partilha de mais uma receita de sucesso.
    Bjns
    Isabel

    ResponderExcluir
  19. Querida Rosa, que texto maravilhoso a acompanhar este delicioso bacalhau! Os sabores, cheiros e cores da nossa infância, acompanham-nos vida fora... A minha mãe tem um serviço igual a esse, que eu também adoro!
    Muitos beijinhos

    ResponderExcluir