31 de julho de 2015

A Minha Frittata






Vem de longe o meu gosto especial em omeletes, não as tradicionais, mais do género de frittatas e tortilhas. Esta semana, veio a saudade e vontade de saborear aquele gostinho do ovo perfumado de aromas. Gosto de ovo de todas as maneiras, e são muitas... desde criança que tinha por hábito ir ao galinheiro buscar o ovo para a gemada, como eu gostava daquele creme amarelinho que depois de pronto ficava tão fofo. E para completar o meu manjar, esfarelava muito bem, um pedaço de miolo de broa. 

Então... sentava-me na grande escada de pedra, que cada degrau era um bom encosto para a minha altura... e com o sol a bater na ramada eu lambuzava-me de gemada com broa. Depois fui para Oeiras (Lisboa) e na grande cidade preparavam-se ovos de outras maneiras... que maravilha!!




Mas foi em Lourenço Marques que o Père,  pai do meu tio mas que todos assim o tratavam, me deu a conhecer, o paladar singular do que até poderia ser, uma omelete. 
A partir dessa base e se havia sobras de carne assada, adicionava os restantes ingredientes e fazia a nossa omelete. Os anos foram passando e a tradição manteve-se. Quando meu filho casou e vinham comer connosco, também a fazia porque a minha nora gostava muito, tanto que, quando estive agora com eles em Hamburgo foi um dos desejos que foram satisfeitos.




A Tortilha teve origem no século XVIII como meio de subsistência para classes desfavorecidas, e por vezes, ainda acrescentavam além da batata, pedaços de pão ou outras coisas...  a Frittata é muito idêntica, mas a cozedura é no forno.

A minha omelete tendo surgido na segunda metade do século XIX, também tem cá em casa, a utilidade de reaproveitar os alimentos que sobram. Tenho uma caixa na arca congeladora para essa finalidade, mas também e como esta, foi preparada com alimentos sem serem congelados, e se o marido gostasse, quando a coloquei no forno tinha-a polvilhado com queijo...

Ingredientes

1/2 cebola laminada
1 pedaço de pimento verde
1 pedaço de pimenta vermelho
2 dentes de alho esmagados
2 folhas de louro
3 colheres de sopa de azeite
sal

Estes ingredientes, são os que estão aqui a fervilhar.




200g de carne assada, de porco 
3 fatias de fiambre extra 
1 rodela de gengibre picada
Corte as carnes em pedaços e pique finamente o gengibre




1 raminho bom de salsa, picada groseiramente
100 a 150 g  de batata frita (ou cozida)   




Deite na frigideira, as carnes, o gengibre picado, a salsa e batatas, mantenha a temperatura média para não queimar e envolva os ingredientes na cebolada,  deixe alguns minutos para os sabores e aromas se libertarem.





5 ovos 
2 dl de leite
Tempere de sal e pimenta preta de moinho

Reduza a temperatura do lume um pouco e bata os ovos 1 minuto, tempere com sal e pimenta de moinho.




Deite uniformemente a mistura do leite e ovos, sobre o preparado na frigideira e sacuda para não pegar. 



Tape a frigideira 1 a 2 minutos antes de levar ao forno.




O forno estava pré-aquecido a 190 ºC.. Introduzi a frigideira destapada no forno e deixei só mais 4 a 5 minutos. 


Não desenformei porque esta frigideira pega um pouco, retirei com espátula. O tempo de cozedura foi relativamente rápido devido às quantidades serem pequenas e a frigideira que ficou menos de meia, caso tivesse colocado mais ingredientes, os tempos de lume e forno seriam completamente diferentes.

A variante de ingredientes serão à nossa escolha, assim como especiarias e ervas aromáticas. Como o  marido não gosta dos novos aromas da culinária, não coloquei. 

7 comentários :

  1. ficou mesmo com ótimo aspeto muito delicioso.


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de frittata e essa tem muito bom aspeto! Com uma boa saladinha a acompanhar faz uma refeição maravilhosa! Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Querida Rosa: eu também adoro omeletes ( foi mesmo a primeira coisa que aprendi a fazer) e, tendo ovos em casa, estou sempre satisfeita da vida, pois rapidamente faço uma belíssima refeição. Tenho ali um pedacinho de carne assada e já sei qual o fim que vai levar ( só para mim, que aos filhos fiz bife, a pedido do meu filho que chegou ontem para passar férias). Deu-me vontade de rir o teu marido não gostar de novos aromas, pois acontece exactamente o mesmo com o meu. Por ele , eu só usava salsa e pimenta, mas troco-lhe as voltas e, lentamente, lá o vou acostumando a outras ervas aromáticas tão deliciosas.Adorei a tua frittata.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  4. Olá Rosa!!!
    A sua frittata está de encher os olhos, cheia de cores e com uma textura incrível!! Nem preciso dizer que fiquei com água na boca!!
    Quem sabe um dia nos reunimos para uma tarde de bate papo, vou adorar!!
    Beijos e ótimo final de semana pra ti! =)

    ResponderExcluir
  5. Oi Rosa que omelete saboroso gostei do pedaço de gengibre deve dar um sabor todo especia bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  6. Gosto também de ovos em todas preparações e essa omelete ficou muito apetitosa.
    Beijos,feliz final de semana Rosa.

    ResponderExcluir